No lugar secreto há três ambientes que com Jesus podemos frequentar: quarto, deserto e monte (Parte 1/3)

12:42:00



Dizer que somos cristãos é o mesmo que dizer que somos como Cristo. Mas apenas dizermos isto não nos faz de fato sermos como Cristo. Não nos faz viver como Ele viveu, andar como Ele andou. Mas se quisermos ser verdadeiramente cristãos parecidos com Cristo temos que basear a nossa vida na Dele, andarmos os seus passos e fazermos aquilo que Ele faria em nosso lugar. E se Ele habitar em nós fará tudo conosco. Ele que foi tão corajoso e humilde ao dizer que faríamos obras maiores que a suas, como se fosse possível alguém fazer mais do que Ele já fez, quando Ele próprio se entregou para á morte porque só assim teríamos vida. Mas Jesus disse isso porque deveríamos andar como Ele, termos o mesmo sentimento que queimava e ainda queima em seu coração.

Todavia, o que devemos refletir agora é que toda a vida de Jesus, desde a sua infância e até o dia de sua morte, foi resumida em duas situações: secreta e pública. Na esfera do secreto, Jesus frequentava o quarto, o deserto e o monte. Na esfera pública, Ele ia ao templo, ás ruas e ás casas das pessoas. Sendo que Ele começou no secreto, pois lugar secreto é ambiente para a preparação para o ministério que se terá na vida pública. Assim a infância, adolescência e juventude de Jesus são desconhecidas por nós, pois foram as fases que Ele se preparou em secreto para o que faria em público. Jesus iniciou o seu ministério na vida adulta em um casamento aonde o vinho havia acabado. Mas isso não quer dizer que Jesus antes de ir á festa ficava em casa sem fazer nada, pois Ele era um Homem trabalhador, compromissado com a família e que estava crescendo em maturidade espiritual para o que iria fazer.

“Crescendo”? Sim! Pois apesar de Jesus ser o Verbo que estava com Deus e era Deus, Ele veio á Terra como um ser humano que nasceu de uma mulher, então estava sujeito a nossa limitação física e teve que crescer e se desenvolver. A diferença estava no fato Dele ser Deus ao mesmo tempo em que era humano. Mas voltando ao secreto, Jesus teve que estar pronto para o momento de mostrar as pessoas quem Ele era e do que era capaz. Porém, mesmo após o seu ministério ser inaugurado, Jesus continuava frequentando o lugar secreto, pois Ele permanência em comunhão constante e profunda com Deus, já que era Um com o Pai e o Pai era Um com Ele. Ele era a videira e o Pai o agricultor, e Jesus pediu que nós como ramos permanecêssemos Nele também, que ficássemos em seu amor como Ele ficava no Pai. Porque não é possível dar frutos se não estivermos em Jesus e se Jesus não permanecer sendo Um com o Pai. É um laço que se romper tudo irá desmoronar, pois é a base do próprio Universo.

E esse lugar secreto aonde Jesus continuava indo era dividido em três ambientes: quarto, deserto e monte. O primeiro sobre o qual iremos refletir aqui é o quarto. Pois Jesus disse em Mateus 6:6 o seguinte sobre esse ambiente: “Quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está em secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.”. E é no quarto aonde construímos a intimidade e conhecemos o amado da nossa alma: Jesus. O quarto é a base do relacionamento e ir mais profundo em quem Ele é. E é aonde a voz do Espírito Santo se tornará cada vez mais familiar e audível. Pois antes de Jesus subir Ele prometeu que nos daria o Espírito Santo, então é com Ele e através Dele que nos relacionamentos com Deus, pois Ele é o próprio Deus (João 16:13). Então, Quarto é lugar de ter intimidade com privacidade com apenas você e seu Amado. Quarto é aquela parte da casa aonde você se sente á vontade, aonde as máscaras caem, as resistências cessam e as armaduras são deixadas no chão. No quarto há entrega e é ali que dois se tornam um.

E diferente do que muitos pensam, a vida de um cristão verdadeiro não começa na igreja e nem no campo missionário, ou algum outro lugar público aonde a pessoa vai para fazer a obra e adorar, mas ela começa no lugar secreto. Todavia, é importante ressaltar que a intimidade que cresce dentro do ambiente que chamo aqui de quarto, pode acontecer em qualquer lugar desde que seja um local reservado, quieto, solitário onde podemos ficar á sós com Deus. Podendo ser em um horário livre que uma pessoa tenha em seu escritório no local de trabalho, por exemplo, pois a atmosfera espiritual está dentro da pessoa, pois o corpo dela é templo do Espírito Santo. Assim, ela só irá abrir o coração e derrama-lo na presença do Senhor que será sentida ali naquele lugar que chamo simbolicamente de quarto, pois talvez a pessoa não tenha tempo e nem privacidade para ficar com Deus em um quarto propriamente dito.

Portanto, é nesse quarto aonde nenhum outro ser humano nos vê, é onde seremos moldados, podados e reconstruídos. Porque quanto mais nos aproximamos de Jesus, mais parecidos com Ele vamos ficar. Assim como Moisés que ficava com o rosto brilhando após ter seu momento á sós com Deus na Tenda do Encontro (Êxodo 33:7), o nosso rosto terá as feições de Jesus e resplandecerá a sua glória. Pois na intimidade é onde a Pessoa do Espírito Santo nos forja. Ele gera Jesus em nós assim como gerou Jesus em Maria, mas no nosso caso o que irá nascer é um caráter verdadeiramente cristão. Porém nada do que iremos nos tornar será mérito nosso, nem para nossa honra ou glória, tudo só irá acontecer para deleite de Deus e para que Ele tenha prazer em nós como teve em Cristo (Mateus 3:17), por isso não devemos ficar orgulhos disso. Mas o caráter não irá mudar nossa personalidade, porém pode melhora-la e aperfeiçoa-la se nós permitirmos ao Espírito Santo que assim o faça. Pois Ele não faz nada contra nossa vontade, Ele só entra aonde damos espaço e nos esvaziamos de nós mesmos.

Essa mudança será um dos maiores frutos do lugar secreto. Ela começa timidamente de dentro para fora, onde as pessoas ao nosso redor não percebem, não enxergam, mas o Espírito Santo está trabalhando silenciosamente e nos levando para um nível profundo que nunca antes pensamos que exista. Assim o Fruto do Espírito vai florescendo em nós e aos poucos vamos percebendo nossos pensamentos, sentimentos, atitudes e reações baseadas no caráter de Cristo que consiste em ser amoroso, paciente, calmo, alegre, pacifico, amável, bondoso e fiel, como aqueles que têm o Fruto naturalmente são (Gálatas 5:22). Não é uma mudança forçada porque se sente obrigado se encaixar em um padrão religioso ou porque tem medo de ir para o inferno, mas porque seu coração vai adquirindo qualidades que você antes não tinha á medida que passa mais tempo com o Deus, pois é apaixonado por Ele e para você um dia em sua presença vale que mil dias em qualquer outro lugar (Salmos 84:10).

Além disso, é no quarto que iremos orar com fervor, derramar lágrimas quentes e sentirmos dores de parto pelas almas perdidas. Aonde a oração acaba se tornando uma conversa de dois amigos, depois de Pai e filho, e, por último, da Noiva e seu Amado, pois a intimidade irá crescer e a voz Dele se tornará mais clara. Começa com poucos minutos de oração, mas quanto mais tempo se passa no quarto mais se quer permanecer ali. Assim os minutos se tornam horas, pois a companhia de Deus é apaixonante e viciante. Lá se fala em novas línguas, há visões, revelações, leitura das escrituras, adoração e muita entrega, mas nesse lugar se tem principalmente o conhecimento acerca do caráter de Deus. Mas mesmo sem acontecer nada disso ou não sentir algo sobrenatural temos que permanecer, pois não vivemos pelo que sentimos e sim pelo que cremos. Ademais, Deus conta os seus segredos e desejos a quem lhe é intimo (Salmos 25:14). Assim tem coisas que só saberemos conforme o nosso relacionamento com Ele avança. Mas em um dado momento, depois da intimidade ter sido estabelecida, como revelou o Espirito Santo a um jovem pastor, irá se entender o propósito. Deus irá revelar qual a vontade Dele em nossas vidas e qual o nosso segundo chamado, ou seja, a vocação, pois o primeiro chamado é para nos relacionarmos com Ele.

Mas o amadurecimento para esse proposito só irá acontecer no ambiente espiritual chamado deserto, o que será dito mais adiante. Todavia, ainda há algo muito importante a ser ressalto aqui: ficar só no quarto nos fará orgulhosos. Pois há o risco de nos acharmos superiores a aqueles cristãos que aparentemente não tem muita comunhão com Deus, e iremos nos tornar um espécime de fariseu que diz ter intimidade e ainda tem conhecimento das escrituras, por isso se acha no direito de julgar, criticar e até condenar quem não vive como ele, e como se apenas ele recebesse revelações e dons espirituais. Mas não podemos nos deixar vencer pelo orgulho, pois a nossa missão é levarmos os outros a também frequentar o lugar secreto e não o escondermos, como se os outros tivessem que continuar na religiosidade e somente nós merecêssemos conhecer a liberdade que há no relacionamento pessoal com Deus. Pois o lugar secreto é o ambiente que irá nos levar de volta ao Jardim do Éden e iremos ter com Deus as conversas que o pecado nos roubou por tanto tempo desde a queda. E Ele nos espera, ansiosamente, para frequentarmos esse lugar todos os dias.

Entretanto, não é só de quarto que é a feita a vida de um cristão. Também crescer espiritualmente para tomarmos posse da vida que Deus sonhou para nós, e isso só acontece no deserto assim como foi para João Batista que crescia e se fortalecia lá (Lucas 1:80). Além de que o próprio Jesus precisou ser levado ao deserto (Lucas 4:1-14) para ser tentado pelo diabo e depois mostrar ao mundo o seu propósito. Mas isso é o assunto do próximo texto.


Para complementar ouça a música: Secreto - Luma Elpidio

Escrito por: Tatielle Katluryn


"As palavras que eu digo não são propriamente minhas, mas do Pai que vivem em mim." João 14:10

Deixe algo nos cometários, pode ser uma crítica, sugestão, elogio ou qualquer outra coisa. 

Quer conversar sobre algo que sentiu em relação ao texto? Desabafar, pedir ajuda, receber conselhos ou oração? Só entrar em contato.

Outros textos para você ler

2 comentários

  1. quando sai a parte 2?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu bem, eu ainda não sei :( mas espero que na próxima semana eu e o Espírito Santo iremos trabalhar nisso. Agradeço o interesse e Deus abençoe.

      Excluir

Você compraria meu livro?

Postagem em destaque

Quando todos se vão Deus permanece e cuida da menina que foi deixada para trás

Ela é aquela que fica quando todos por algum motivo decidem ir embora. Ela sempre fica e se pergunta o que fez de errado para isso ac...