Quando contei a Jesus sobre minhas dores Ele me falou daquilo que também sofreu

16:28:00



Não sei se você algum dia chegou a pensar que determinado problema pelo qual estava passando era só seu e que ninguém mais sofria de algo assim. Se já se sentiu sozinho em meio ao sofrimento e quis escondê-lo por vergonha, pois seria constrangedor os outros verem em você sua fraqueza, dor e vulnerabilidade. Acredito que seja mania nossa acharmos que somos os únicos que sofrem de certa coisa e que nenhuma outra pessoa é capaz de nos entender, e por isso nos fechamos dentro de uma bolha e não permitimos que alguém nos ajude. E tudo isso porque pensamos erroneamente que conseguiremos superar sozinhos algo que só será resolvido com o auxilio de outra pessoa. Mas nós não fomos criados para o relacionamento á toa. Assim pessoas precisam sim de pessoas.

Porém, o erro maior nem é esse, pois pude enxergar um grande problema no fato de julgarmos Aquele que é o único capaz de entender, ajuda e socorrer, como incapaz de olhar nossa dor e vê-la como sua também. Nós julgamos Jesus. Foi então que enquanto eu dizia a Ele que estava me sentindo uma alienígena que viera parar na terra por engano, pois eu me via diferente demais das pessoas que me rodeavam. Que as coisas que interessavam os outros não me chamavam a atenção e que eu não conseguia compartilhar dos motivos que os faziam felizes, Jesus me disse que assim como Ele que fora um estrangeiro aqui durante trinta e três anos, eu também era uma peregrina em terra estranha. Assim era natural eu não me sentir pertencente a um mundo no qual eu não fazia parte, pois minha alma era como a Dele que pertencia ao céu.

Então sorri com lágrimas nos olhos ao perceber que Ele de fato me compreendia. E ao lhe falar sobre mais coisas que me doíam eu só ia recebendo respostas baseadas no que Ele viveu aqui, vendo como Jesus também passou por situações que lhe trouxeram sofrimento e que por isso Ele era capaz de entender a minha dor assim como de qualquer outra pessoa. Eu vi que do mesmo modo que eu várias vezes me senti abandonada por minha própria família e amigos, Jesus também havia sido deixado. E pude ler sobre isso em um dos versículos mais lindos e mais tristes que achei na Bíblia, aonde Jesus disse aos seus discípulos: “Vocês me deixarão sozinho. Mas ainda assim eu não ficarei sozinho, porque o Pai está comigo.” (João 16:32). E como Jesus havia previsto, de fato fora deixado no momento em que Ele mais precisava de pessoas ao seu lado, que fora no dia que foi levado para o julgamento e consequente crucificação.

Por isso aprendi com Jesus que a solidão nunca é completa por mais que eu olhe ao meu redor e não enxergue ninguém, pois Deus nunca me deixa, mas se mostra intensamente e constantemente presente nos momentos de solitude quando lhe busco mais profundamente. Além disso, aprendi com o Mestre que nas situações aonde sou tentada e sinto que não conseguirei resistir diante do que me é proposto, Jesus também compreende, pois o Próprio fora tentado pelo diabo no deserto por quarenta dias e noites. E, desse modo, Jesus sabe que como seres humanos estamos constantemente sendo bombardeados pelo inimigo, pessoas, objetos, lugares, e outras coisas, que desejam nos levar a perdição eterna. Entretanto, apesar de ter sofrido toda espécie de tentação, Jesus não cedeu, não se rendeu, não cometeu um pecado sequer. Deixando a nós um legado de santidade e pureza, mostrando que é possível dizermos ‘não’ e vencermos com Ele a batalha que existe dentro de nós.

Ademais, outra coisa que não havia parado para pensar que Jesus compreendia era a dor da perda, a vontade de chorar e não conseguir segurar, a agonia de uma alma abatida pela tristeza. Mas tudo isso Ele entende sim. Jesus chorou na frente de pessoas que o viram fazer tantos milagres. Jesus pediu que o seu sofrimento acabasse. Jesus suou sangue porque estava com emoções extremas brotando do peito. Por isso Ele entendeu quando eu perdi uma das pessoas que mais amei e lhe disse que não aguentaria mais dar nenhum passo, que aquilo era demais para mim, que eu não tinha forças e nem vontade de continuar. Jesus sabia como era se ver no meio de uma tempestade e o barco ameaçar afundar. Pois apesar de ser Deus, Ele viera até nós em corpo humano e por isso estava sujeito aos mesmos sentimentos que os nossos. Ele que é nosso Criador, mas veio até nós como uma criatura porque só assim para nos identificarmos com Ele.

Portanto, se assim como eu você já foi até Jesus e lhe disse: “Senhor, eu me sinto abandonado por meus amigos que prometeram nunca me deixar. E as pessoas da minha família não me compreendem e me veem como um problema a ser resolvido porque sou diferente. Além disso, todos os dias eu sofro tentações que são quase insuportáveis e sobre meus ombros tem um peso que é demais para mim. Por isso eu cansei. Só queria desistir de tudo e jogar para o ar o que me prende aqui no chão. Essa vida não é para mim, Jesus. Eu não consigo ser o que deveria. E ainda tem a tristeza que me consome. Eu choro quase todo dia e parece que os motivos das minhas lágrimas nunca terão um fim. Até quando terei que passar por isso? Você está me ouvindo? Você sabe como é sofrer assim?”

Então Ele passará a mão por seu rosto e lhe dirá ao olhar em seus olhos: “Eu te ouço e te entendo, pois além de te conhecer por inteiro e saber o que você carrega em seu peito, Eu já passei por isso também. Você não é alguém ruim por estar desse jeito assim como Eu não fui. Você pode ficar fraco e querer chorar. Em Mim há liberdade para desabafar. Por isso, eu te peço para continuar mesmo que deseje desistir agora. Pois o sofrimento não é eterno se você for fiel a mim. Persista no Caminho, persista em Mim. Logo você também entenderá o que está acontecendo e verá tudo isso de uma forma diferente. Também entenderá que algumas coisas só vão melhorar se você mudar e ter atitudes mais conscientes, se agir com mais amor e ser uma nova criatura. Não viva mais em si mesmo, mas deixe que Eu viva em ti. Entregue nas minhas mãos o que não pode fazer, mas faça aquilo que é seu dever com a força, capacidade e auxílio que lhe darei. Porém, não se esqueça de que Estou aqui ao seu lado e que nunca lhe deixarei. Você não está só. Serei seu Amigo, seu Noivo, seu Deus, pois Eu te amo tanto que na cruz por você de amores Eu morri.” 

Para complementar o texto ouça a música: Sempre esteve aqui - Leandro Borges


Escrito por: Tatielle Katluryn

"As palavras que eu digo não são propriamente minhas, mas do Pai que vivem em mim." João 14:10

Deixe algo nos cometários, pode ser uma crítica, sugestão, elogio ou qualquer outra coisa. 


Quer conversar sobre algo que sentiu em relação ao texto? Desabafar, pedir ajuda, receber conselhos ou oração? Só entrar em contato.

Outros textos para você ler

0 comentários

Você compraria meu livro?

Postagem em destaque

Quando todos se vão Deus permanece e cuida da menina que foi deixada para trás

Ela é aquela que fica quando todos por algum motivo decidem ir embora. Ela sempre fica e se pergunta o que fez de errado para isso ac...